sexta-feira, 27 de julho de 2012

Flying to Fortaleza - VISTO



Olá, pessoal!!! Nesta quarta-feira, dia 25, eu fui para Fortaleza dar etrada no visto espanhol. Yeeey!!! 

Pausa para reflexão: "Eu realmente preciso parar de falar pequenas coisas em inglês e colocar na cabeça que tenho que praticar é espanhol!"

Por iniciativa de uma aluna da UFPI, que também foi selecionada no CsF, conseguimos que a universidade pagasse nossas passagens de avião de ida e volta para Fortaleza. No mesmo dia que eu, foram outros dois selecionados da UFPI. 

Foi muito fácil e tranquilo solicitar o visto, já que para a Espanha, não é necessária uma entrevista. Mas deixa eu começar do princípio. Inicialmente, pensei que poderia tirar o visto aqui mesmo em Teresina, já que aqui tem um Consulado Honorário da Espanha. Entretanto, descobri depois que teríamos que tirar o visto em Salvador. Por que? O consulado de Salvador é o Geral da Espanha para a região nordeste e os selecionados para o CsF tiveram uma espécie de facilitação na hora de tirar o visto. Alguns documentos que precisaríamos ter em mãos na hora de dar entrada no visto foram enviados pelo CNPq diretamente para os consulados gerais do país. Assim, a quantidade de documentos que nós tivemos que reunir foi mínima e bem fácil de ser conseguida.  A procura para tirar o visto em Salvador foi muito grande devido o número de selecionados. Então, para agilizar o processo, eles direcionaram a solicitação de visto dos selecionados do NE para ser feita também em Fortaleza, Natal e Recife. Nós precisávamos que esse processo de retirada de visto acontecesse o mais rápido possível, pois temos prazos bem curtos para resolver tudo.

Imagine você, que já foi intercambista ou que está passando pelo processo assim como estou, ter que resolver tudo para uma viagem internacional de um ano, em apenas dois meses! É loucura... Eles perceberam isso e resolveram nos ajudar! Thank God!

Basicamente, tive que ter em mãos apenas:

1. Formulário oficial preenchido e assinado pelo interessado;
2. Duas fotografias em tamanho 3x4, fundo branco;
3. Passaporte em vigor por, pelo menos, todo o período para o qual se solicita o visto;
4. Atestado de Antecedentes Criminais expedido pela Polícia Federal (no momento da apresentação da solicitação de visto o atestado não precisa estar legalizado pelo Ministério de Relações Exteriores do Brasil. A legalização desse documento deverá ser realizada durante o processo de tramitação do visto, aportando o solicitante o documento legalizado e nova fotocopia do mesmo, quando retirar o visto);
5. Atestado Médico fornecido por um médico com CRM em vigor e firma reconhecida em cartório, em que conste que não padece enfermidades quarentenáveis contempladas no Regulamento Sanitário Internacional;
6. Taxa de 144,50 reais.

Além desses, você precisa levar a xérox de todos os documentos: de todas as páginas do passaporte (mesmo que ele esteja vazio como o meu ainda está), do atestado médico, da certidão de antecedentes criminais, do formulário oficial. Lembrando que, no consulado de Fortaleza, a certidão de antecedentes criminais não pôde ser a que é emitida na internet. Teve que ser uma solicitada direto na PF de Teresina e reconhecida a firma do cara que assinou o documento. A taxa, tive que pagá-la mais cara, pois foram inclusos os gastos com Sedex para enviar os documentos para Salvador. Paguei R$234,60



Minha tia Lôra (isso é um apelido, quem me conhece sabe) foi me buscar no aeroporto de manhã cedinho. Dei carona pros meninos, tomamos café da manhã na casa da tia e depois fomos pro consulado, que abria às 10:00. Chegamos lá - no Manhattan Center, onde funciona o Consulado Honorário de Fortaleza - às 9:20 e ainda não tinha ninguém. Logo chegaram duas meninas, irmãs sortudas, que foram selecionadas e ainda para a mesma cidade e universidade lá na Espanha. E daí foram chegando outros e mais outros. Quando finalmente o consulado abriu e fomos ao 13° andar, fomos atendidos por uma senhora muito engraçada chamada Iara! rsrs Preenchemos o formulário, item por item, com as orientações dela. Muita coisa ficou em branco, pois, segundo ela, para nós que éramos do CsF, aqueles itens não precisavam ser preenchidos. O formulário é o mesmo para todos os que vão tirar visto de estudante para a Espanha. Então, outro estudante que não é do CsF vai precisar preencher o formulário inteiro, assim como precisará levar documentos adicionais. 

Conferimos todos os documentos necessários, separando em dois montinhos os originais e as xérox. Pagamos e pronto, fomos liberados. Simples assim... O seu passaporte fica com eles, para ser devolvido depois com o visto. Não nos deram certeza de quanto tempo o visto vai demorar para sair, mas disseram que em cerca de 30 dias ele estaria pronto. Quando devidamente prontos os vistos, ficaremos sabendo se teremos que ir buscá-los no consulado de Fortaleza ou se eles mandarão pro consulado daqui de Teresina.

O site onde vocês podem encontrar as informações para retirada de visto espanhol é o do MAEC e para os selecionados do CsF basta clicar aqui.

Estou pretendendo viajar dia 11 de setembro. Olha que data, justo o dia do atentado terrorista nos EUA. Pensando nisso agora, me deu medo do avião ser sequestrado. Acho que dia 12 é melhor, não?!

Vocês já viram que falo muito. E isso porque estou me esforçando para ser breve e direta. Tenho que informar que os posts serão todos assim... Ou pelo menos 80% deles serão! Por hoje é só... Agora é esperar o visto chegar o mais rápido possível...

Até breve...


terça-feira, 24 de julho de 2012

Passaporte

Olá, pessoal! Hoje o post é bem simples e sobre algo com o qual acredito que a maioria das pessoas já esteja bem familiarizada. Aos que nunca tiraram passaporte - como eu, até pouco tempo atrás - saibam que essa será, provavelmente, a coisa mais fácil que vocês precisarão fazer em todo o processo de viajar para o exterior. 

                                     O meu passaporte é azul porque é o novo modelo. Ele possui um microchip onde 
tem esse simbolozinho abaixo do nome "passaporte".


O primeiro passo é entrar no site da Polícia Federal. Lá, na página inicial, você encontra esse quadradinho:


Basta clicar em "requerer passaporte" e uma página será aberta explicando os 6 passos necessários para tirar seu passaporte:

1. Verifique a documentação necessária. Atenção: Não há renovação nem prorrogação de passaporte, se o seu está com prazo de validade expirado ou prestes a expirar e você deseja obter um novo documento de viagem, serão exigidos TODOS os documentos originais relacionados e você deverá solicitar a emissão no próximo passo.

2. Solicite a emissão do passaporte. Se tiver dúvidas sobre o preenchimento dos seus dados, ligue 194, ou clique aqui. Atenção: somente após a inclusão de seus dados será emitida a Guia de Recolhimento da União – GRU.

3. Pague a GRU, respeitando sua data de vencimento.

4. Compareça ao posto do DPF munido da documentação original exigida (vide item 1), GRU paga e protocolo da solicitação. Não é necessário mais levar fotografia, que será coletada no momento do atendimento. Em algumas unidades do DPF é necessário o agendamento prévio. Verifique aqui se você deve agendar o atendimento no posto escolhido.


6. O passaporte será entregue pessoalmente a seu titular, mediante apresentação de documento de identidade e assinatura de recibo. Busque seu passaporte no horário e local indicados.

Chegando na PF, quando for sua vez de ser atendido, o alguém responsável vai conferir seus documentos, tirar uma foto sua, coletar a impressão digital de todos os seus dedos das duas mãos e fazer uma "assinatura digital" para registrar lá.

E pronto! É só isso!! Realmente muito fácil e muito prático. Acredito que para praticamente todos os postos da Polícia Federal de Imigração seja necessário o agendamento. Em cidades muito grandes, a demanda provavelmente é bem maior. Então, se você tem um prazo curto até o dia da viagem, faça seu agendamento o quanto antes. Em algumas cidades, o tempo para receber o passaporte é menor que em outras. Aqui em Teresina, por exemplo, meu passaporte ficou pronto em 8 dias úteis. Paguei R$156,07 nele. Acredito que esse valor seja o mesmo em todo o Brasil. Talvez varie de acordo com os anos.

Lembrando que você deve ter o passaporte em mãos na hora de tirar o visto para o seu país de destino e esse visto pode demorar algumas semanas ou meses para ficar pronto. Por isso, inicie o processo o quanto antes. Eu tirei o meu passaporte antes mesmo do resultado do CsF sair, com medo do pouco tempo que teria para resolver tudo até a viagem.

Esse é meu passaporte. Não reparem na minha foto horrível! Parece que fiz bronzeamento artificial! : D


O mais difícil para mim, para retirar o passaporte, foi achar a Polícia Federal! Segui até quase o fim da Av. Centenário e não achava nenhum prédio da Polícia Federal. Por acaso, parei no aeroporto, que fica nessa mesma avenida, para perguntar onde ficava a PF e adivinhem... Era exatamente lá a PF de imigração para retirar o passaporte. Habitantes de Teresina e detentores antigos dessa informação, não riam de mim...


Até breve...


Obs.: Todos os links dos passos de retirada de passaporte são oficiais e foi por eles que realizei meu próprio processo de retirada de passaporte.


sábado, 21 de julho de 2012

Sobre como fica minha situação acadêmica

Como todo mundo sabe, os professores das Universidades Federais estão em greve. O meu 5° período acadêmico foi interrompido faltando pouco mais de um mês para encerrarem as aulas. Então, estou de "férias" desde o finalzinho de maio. Nem preciso dizer que tenho sido completamente inútil todo esse tempo, né?!

No dia 16 de julho tivemos - nós, selecionados da UFPI para o CsF - uma reunião com a Pró-Reitora da universidade, onde ela nos explicou tudinho sobre o programa e sobre duas coisas que acredito terem sido o ponto alto de toda a reunião.

Como vai ficar a situação dos alunos que, devido à greve, tiveram seus estudos interrompidos, caso não dê tempo de terminar o período antes da viagem? Qual será o aproveitamento de disciplinas e das atividades feitas no exterior quando voltarmos do intercâmbio?

Para ambas as perguntas, a resposta foi satisfatória. Caso não consigamos terminar o período antes de viajar, entraremos com um pedido de trancamento especial de disciplinas. Quando voltarmos, as atividades serão continuadas de onde paramos

Em relação ao aproveitamento das disciplinas, foi esclarecido que todas as atividades feitas no exterior poderão ser devidamente validadas quando voltarmos. Entretanto, isso só poderá ser feito caso a carga horária da disciplina e o plano de curso da mesma sejam compatíveis com as da disciplina correspondente aqui no Brasil...



 
Então, trancarei o restinho do meu 5° período e os dois próximos períodos (6° e 7°). Cursarei lá as disciplinas correspondentes as que eu cursaria aqui no 6° e 7° períodos e, quando voltar, validarei as disciplinas e terminarei o quinto período aqui mesmo. Se tudo der certo do jeitinho que planejo, provavelmente conseguirei voltar para o Brasil e continuar com a mesma turma que tenho agora. Minha turminha é realmente muito boa e todo mundo é muito legal. Eu não queria ter que deixá-los.

Bem, é basicamente isso. 

Até breve...


sexta-feira, 20 de julho de 2012

Processo Seletivo CsF

Para adiantar os diversos posts que ainda tenho que fazer, atualizando vocês sobre tudo desde que a idéia de me inscrever pro CsF surgiu, hoje vou explicar direitinho como funciona todo o processo seletivo do programa. Na verdade, de como o processo funcionou para mim, do edital da Espanha para o ano acadêmido 2012/2013.

Logo que começou, o CsF lançou editais apenas para poucos países e tinha critérios um pouco mais rígidos, como exigir do candidato uma média geral das disciplinas maior ou igual a 8,5. Além disso, para todos os países para os quais os editais foram lançados, o canditato teria que realizar uma prova para comprovar a sua "fluência" no idioma falado no país para onde ele estava se inscrevendo. Mais ainda, o aluno precisava ter participado ou estar participando de um projeto de pesquisa. Ou seja, não dava para mim.

Posteriormente, foram lançados editais para países como Portugal e Espanha, para os quais não era exigido um teste de proeficiência no idioma. A nota de 8,5 de média geral foi retirada dos quesitos e eu descobri que não apenas projetos de pesquisa eram aceitos como atividades, mas também monitorias, participação em congressos, estágios não obrigatórios. Entretanto, o primeiro edital para a Espanha, para onde eu me inscrevi, foi lançado já no final do ano de 2011, quase no período de férias. O fato é, não soube da existência de tal edital até saber que uma menina que estuda na mesma universidade que eu estava indo passar um ano em Barcelona através do CsF.

Pouco tempo depois, um novo edital para a Espanha foi lançado e eu não tive dúvidas sobre o que fazer. A primeira etapa foi simples. Eu tive apenas que imprimir um formulário de inscrição disponibilizado no site da minha universidade - caso eu ainda não tenha dito, é a UFPI - preenchê-lo e anexar a ele a cópia dos comprovantes das minhas atividades complementares e do meu histórico acadêmico. Essa é uma etapa de pré-seleção, onde sua universidade vai ser responsável apenas por analisar se você se enquandra nos requisitos exigidos pelo CsF. E será responsável, depois, pela homologação da sua inscrição no programa.

Após a lista dos pré-selecionados da UFPI sair, me inscrevi diretamente no site do CsF. Caso você não tenha ainda um Currículo Lattes, ele é criado automaticamente ao fazer sua incrição. Nessa inscrição, você preenche todos os seus dados desde endereço ao nome dos pais, cpf, identidade, telefone, onde você cursou ensino médio, qual a sua universidade, o curso que você faz e coisas do tipo. Ao final da inscrição, você é direcionado para uma página onde você informa sua área de pesquisa dentro do seu curso e anexa seu histórico em PDF. Após o envio é só esperar pelo resultado da primeira seleção. 

Ao ser selecionada nesta etapa, recebi um e-mail já da "Fundación Universidad.es", que eu entendo como sendo o parceiro do Brasil lá na Espanha. No e-mail consta um link onde você, com seu CPF, tem acesso ao formulário de inscrição nas universidades espanholas. Mais uma vez você preenche seus dados nesse formulário, anexa seu histórico acadêmico, anexa as primeiras páginas do seu passaporte ou sua identidade digitalizada, informa o curso que você pretende fazer lá e faz a "escolha" das universidades para onde você deseja ir, por prioridade. Então, eu tive que elaborar uma listinha das universidades por ondem de preferência. 

Depois de enviar sua inscrição é só esperar pelo resultado. E essa é a pior parte. Principalmente porque o prazo para divulgação do resultado foi adiado algumas vezes e nós estávamos todos completamente alheios aos critérios de seleção, pois muito aconteceu fora do previsto por todos os inscritos. Tudo era na base da suposição. A Plataforma Carlos Chagas - onde você pode acompanhar o andamento da sua inscrição e etc - foi alterada dias antes do resultado sair. A lista dos aprovados foi divulgada no site oficial do CsF dia 12 de julho. Dia 13 de julho recebi um e-mail do CNPq dizendo que havia sido selecionada e o que fazer a seguir. 




Como este post já está gigantesco, as etapas para implementação da bolsa saírão em outro post. Eu sei que para a maioria dos leitores, esse post inteiro foi e será muito chato de ler. Mas acredito que haverá alguém por aí, pensando em se inscrever para o programa, que gostará de saber sobre o que escrevi aqui agora.

Até breve...

quinta-feira, 19 de julho de 2012

The Beginning in the Beginning

Olá, pessoal! Primeiro post do blog vai ser pra explicar mais ou menos como vai funcionar. Eu estou me preparando para fazer um intercambio de um ano na Espanha. Vou estudar enfermagem na Universitat de les Illes Balears, em Palma de Mallorca, através de uma bolsa de estudos que ganhei pelo Ciência sem Fronteiras (CsF). Quem quiser saber mais sobre a cidade, a universidade e o programa do CsF é só clicar nas páginas ali em cima, pertinho do banner com o título do blog. 

Ainda faltam quase dois meses para a minha viagem e, embora eu quisese ter começado o blog antes, não pude. Recebi o resultado da seleção da bolsa dia 12 e, pra falar a verdade, a ficha ainda não caiu. Ainda estou na fase de implementação da bolsa e de retirada de visto. 

Faz muito tempo que eu queria fazer um intercâmbio e sempre tive vontade de fazer um blog quando eu fosse finalmente viajar para ter tal experiência, então, eu tentei montar esse cantinho aqui da forma mais organizada e bonitinha possível. É claro que ainda faltam muitas coisas que eu queria acrescentar e outras mais que pretendo aperfeiçoar com o tempo. 



 
Espero que vocês tenham gostado do layout e do título do blog. Podem deixar comentários aí embaixo com a opinião de vocês.

E antes que comecem a reclamar direitos autorais e me acusar de plágio, de apropriação de idéias ou seja lá o que for, o nome do blog não foi exatamente criado por mim. 

Quando estava no ensino médio, participei de uma feira de ciência onde tive que me vestir de espanhola e contar, em espanhol, a história de Dom Quixote. Meus amigos do colégio chegaram pra ver minha apresentação e um deles simplesmente disse "Olhe só, a espanhola paraguaia" ou algo assim. 

Uns dias antes de receber o resultado da bolsa lembrei disso e pimba, decidi colocar como nome do blog...

Eu realmente tenho muitas coisas para falar por aqui antes de partir, então acredito que o blog vai ser atualizado frequentemente. No próximo post começo a postar o que realmente interessa sobre o intercâmbio nessa fase em que estou: a preparação, documentos, visto e outras porções de coisas que não sei se serão tão divertidas de ler. Mas sempre disse que faria um blog de intercâmbio completo, que servisse de alguma coisa para os leitores além de entretenimento.

E, é claro, mãe, pai, avós, tios, tias, primos e amigos, isso é também, e quase que principalmente (depois de para mim), para vocês. Então, quero todos comentando por aqui quando eu iniciar a viagem, okay?

Aos demais visitantes, sejam muito bem vindos e não exitem em expressar sua opinião ou comentar sobre qualquer coisa que tenham vontade.

Até breve...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...